A Criatura | Bang Bang Escrevi

A Criatura

Qual o objetivo? Não sei dizer se alguma vez já existiu um...

Comecei a escrever com o intuito de abrir as comportas da represa do meu pensamento, que estava por ruir se não o fizesse, e além disso, arrumar uma forma de guardar os pensamentos, já que com frequência perdia as folhas que eram levadas com as minhas palavras.

Em algum momento, comecei a escrever sobre livros, ora outra, algo sobre algum filme, e resolvi criar outro blog, o Cai na Real, só que não deu muito certo e migrei a maior parte das postagens para cá, menos as de filmes, porque não era tão fã quanto sou hoje. Esse mesmo blog já recebeu o nome de Carpeare, pois na minha época de ensino médio, nas péssimas aulas de português, aprendi sobre o Carpe Diem em algum movimento literário - Viu como eram péssimas! - e me apeguei de tal forma ao estilo que foi complicado interagir com as pessoas alguns anos depois, porém, essa ideologia me livrou de muitos problemas sentimentais decorrentes da adolescência. 

Tudo passou e voltei a ser normal a minha maneira diferente. Sempre escrevi e mesmo que não apareça aqui o texto, eles existem em alguma folha perdida no meu guarda-roupas. Quando fico em ócio criativo, escrevo sobre a relação da coisas físicas (Livros, filmes - raramente -, museus, passeios etc.) com as abstratas (sentimentos) que elas tendem a desencadear em minha pessoa. Adiantando, não sou crítico de nada e escrevo apenas - mais ou menos - daquilo que senti enquanto me relacionava com as coisas.

O Bang Bang Escrevi é como a criatura do doutor Victor Frankenstein, um pandemônio de textos, ideias e momentos que se juntam de alguma forma para fazer parte de algo maior.

E está se tornando um exército, ou uma gangue, pelo menos. Se você deseja escrever conosco acesse a página de parcerias para saber mais.
Comentários
0 Comentários
Deixe seu comentário
Postar um comentário

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.