Resenha | O Oceano no Fim do Caminho, Neil Gaiman | Bang Bang Escrevi

Resenha | O Oceano no Fim do Caminho, Neil Gaiman

12 de jul de 2013

Título Original: The Ocean at the End of the Lane
Autor: Neil Gaiman
I.S.B.N.: 9788580573688
Altura: 21 cm.
Largura: 14 cm.
Profundidade: 1 cm.
Acabamento : Brochura
Edição : 1 / 2013
Idioma : Português
Número de Paginas : 208
Tradutor : Renata Pettengil
Editora: Intrínseca
Avaliação:

Um lago tem o tamanho de um lago e o oceano o tamanho de um oceano, mas as coisas não são bem assim. Primeiro abandone tudo o que você sabe, esqueça-se. Prenda a respiração e mergulhe. O Oceano no Fim do Caminho é o maior lago que você encontrará, talvez até maior que um oceano.
Um homem, cujo não se sabe o nome, volta a sua cidade natal, Sussex, Inglaterra, para um funeral. Começa a dirigir a esmo pela sua antiga cidade, vai parar na frente da sua velha casa, que não é mais a mesma e depois na fazenda do final da rua, onde descobriu que coisas estranhas podem acontecer.
"As memórias de infância às vezes são encobertas e obscurecidas pelo o que vem depois, como brinquedos antigos esquecidos no fundo do armário abarrotado de um adulto, mas nunca se perdem por completo."
Na fazenda ele conhece a família Hempstock constituída por uma garotinha de 11 anos de idade Lettie, Ginnie, sua mãe e a velha Sra. Hempstock, avó de Lettie. 
Ele tem um flashback e começa a se lembrar de coisas que estavam esquecidas, coisas de quando ele era apenas uma criança de 7 anos de idade, o nosso protagonista é um apaixonado por livros que se vê sem amigos até conhecer a Lettie em um trágico momento, os dois passam a ser amigos e se deparam com o mundo fantasmagórico do Gaiman, O garoto passa a ter contato com coisas que não são acessíveis aos humanos. 
"Livros eram mais confiáveis do que pessoas, de qualquer forma."
Devido há um acidente durante um procedimento considerado normal para as Hempstock, o garoto acaba por libertar um desses seres no mundo comum, dando assim, início a trama e suspense da nossa história. A coisa é chamada de praga pela velha Sra. Hempstock e é o que ela realmente é, uma praga que vai infernizar a vida do nosso protagonista. 
Muita coisa acontece e a narrativa é linda, do jeito Gaiman. Que aproveita todos os momentos possíveis para dialogar com o autor em um ou outro pensamento do garoto. Indagando sobre as repercussões de se tornar adulto, e principalmente, da visão da criança do que é ser adulto ou de como ela os enxerga. 
A coisa que mais li sobre esse livro é que é um romance para adultos, uma novela. Mas aposto que quem escreve essas coisas não leu a história. É de adultos? Sim. Só para adultos? De forma alguma. Pode e deve ser lido por todas as idades, tem apenas dois momentos realmente tensos, mas que as crianças vão acabar superando ou esquecendo.
Não tenho nada para falar da minha edição porque ela é igual a que todo mundo tem, da Intrínseca que foi lançada recentemente, mas a capa é linda de morrer. 

Sinopse

Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

As referências

Primeira coisa: o nome HEMPSTOCK em uma tradução literal seria "estoque de cânhamo", e cânhamo é uma fibra utilizada para fabricar cordas, que são utilizadas em navios por sua resistência. E também para enforcamentos :)

Por que o nome é importante? Para nossa segunda referência. As Hempstock's são 3, uma nova, uma adulta e uma velha a mesma trindade conhecida como Moiras na mitologia grega e responsáveis pelos fios da vida, sim aquelas do desenho do Hércules que podiam cortar o fio dourado da vida de alguém e assim determinar o fim da sua existência e também as três bruxas de Sandman, fiquem aí com um pedacinho do início de Gaiman e não percam tempo para ler O Oceano no fim do caminho.
Se me permitem uma última citação:
"Não tenho saudade da infância, mas sinto falta da forma como eu encontrava prazer em coisas pequenas, mesmo quando coisas maiores desmoronavam." 
Quem quiser mais citações pode me adicionar no meu perfil do Skoob, geralmente eu coloco todas as que tiro do livro nos históricos de leitura.
Fui, sonhadores(as).
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
0 Comentários
Deixe seu comentário
Postar um comentário

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.