Resenha: Conto de Natal, Charles Dickens. | Bang Bang Escrevi

Resenha: Conto de Natal, Charles Dickens.

6 de jun de 2013

Título Original: Christmas Tales
Autor: Charles Dickens
Coleção: Biblioteca de Ouro da Literatura Universal
Editora: Revista Minha
Tradução: Jorge Vidal Pessoa
Avaliação:
Eu sei que está cedo para o natal, mas estava afim de uma leitura despretensiosa então peguei esse clássico e o li e se não fosse a procrastinação e o período de provas/apresentações na faculdade teria terminado em coisa de 4 ou 5 horas só pelo prazer da leitura.

Acho que não comentei aqui, mas algumas semanas atrás eu fui em uma distribuição gratuita de livros promovida pelo Sarau do Binho, não vou detalhar muito porque vou fazer uma postagem sobre isso e lá adquiri esse livrinho da editora Minha, mas creio que, na verdade, seja Revista Minha. O livro faz parte de uma coleção com 20 volumes chamada Biblioteca de Ouro da Literatura Universal. Vi aqui e a imagem também é de lá.


Agora, voltando ao livro... Trata-se de um conto de um dos mais famosos escritores ingleses, Charles Dickens, um dos primeiros escritores a criticar os males sociais causados pela era vitoriana e escritor de romances como David Copperfield e Oliver Twist. 

O personagem principal do livro é Ebenezer Scrooge. Scrooge é uma palavra para ilustrar avareza, e assim o é, em nosso personagem, sua principal característica é o fato de ser avarento. Logo após a morte de seu sócio, Jacob Marley, ele encontra-se a frente dos negócios, não se importa com o natal e só pensa em seguir com a firma, o mesmo para as pessoas ou para sua família. Ele é o ranzinza de sempre e não pretende mudar. 

Até, que é assombrado pelo seu antigo sócio que aparece para alertá-lo do risco de seus atos e de sua avareza dizendo que ele recebera a visita de três fantasmas nos próximos três dias a 1:00 da madrugada. Os fantasmas são o do Natal passado, presente e futuro. Scrooge, passa então, a viajar com os fantasmas temporalmente e começa a sua jornada de redenção. Este não é um livro com grandes surpresas, ele apenas segue o seu fluxo até o fim, e isso, é o fator determinante de sua magnitude. 

Sinopse

Em meio ao frio e à neve da cidade de Londres, à véspera do Natal, todos preparam-se para a celebração do nascimento de Cristo. As donas de casa ocupam-se alegremente com seus assados, os homens, ansiosos, não vêem a hora de voltar para casa, e as crianças perdem o sono pensando nos presentes. Apenas uma pessoa não parece feliz com o Natal: o velho Scrooge, homem de negócios sovina, ranzinza e solitário. Ele não vê razão para tanta alegria e inquieta-se, apenas, com a folga que terá de dar a seu secretário. Mas ele recebe a visita fantasmagórica de Marley, seu falecido sócio, que se arrepende de ter passado a vida atrás do dinheiro. Ele leva Scrooge em uma viagem inesquecível para tentar salvá-lo enquanto é tempo.

Publicada originalmente em 1843, a história da redenção do velho Scrooge é sem dúvida o mais célebre conto de Natal e já foi adaptada para história em quadrinhos, filme, peça teatral, etc., comovendo adultos e crianças de todas as épocas.
Fatos curiosos existentes são muitos, os mais relevantes e já conhecidos por mim é que o Tio Patinhas é inspirado em Ebenezer Scrooge e um episódio de Doctor Who também é inspirado no livro um conto de natal, se não me engano é na 1ª temporada. Pesquisado: The Unquiet Dead (S01E03). Mais especifico o episódio é inspirado no período em que Charles Dickens escrevia o livro. 

Bom good felas, é isso aí :) Partiu de T.A.R.D.I.S.
Victor Candiani

Uma pessoa que gasta muito tempo com livros, filmes e séries.

Comentários
0 Comentários
Deixe seu comentário
Postar um comentário

 
Bang Bang Escrevi | Todo conteúdo está sob a proteção da licença Creative Commons 3.0.